Análise da paisagem de um corredor ecológico na Serra da Mantiqueira

30/11/2011

Janaina Sant`Ana Maia Santos

RESUMO:

O longo histórico de conversão da cobertura florestal da terra em áreas agropastoris que se deu no Sudeste brasileiro resultou em uma paisagem onde a cobertura vegetal natural se encontra reduzida a fragmentos com diversos tamanhos e padrões espaciais. A fragmentação da cobertura vegetal causa diversos efeitos deletérios às populações biológicas que dependem deste hábitat, como subdivisão de populações, aumento da taxa de endogamia e conseqüente erosão genética, menor resistência a distúrbios e, risco de extinção local. Existem muitas iniciativas de ação para reduzir as conseqüências da fragmentação de hábitats, entre as quais a manutenção ou implementação de corredores ecológicos. Corredores ecológicos são faixas de hábitat natural que conectam fragmentos de hábitat permitindo o fluxo gênico entre estes fragmentos, aumentando assim a viabilidade de populações biológicas. Este trabalho se propõe a avaliar a hipótese de que a legislação brasileira de ordenação da cobertura florestal, o Código Florestal Brasileiro,  poderia manter a  presença de corredores ecológicos e melhorar suas funções como habitat e promotores de fluxo gênico. A avaliação da hipótese proposta foi feita através da análise do impacto da aplicação de alguns regulamentos sobre a cobertura da terra previstos no Código Florestal, sobre a qualidade da paisagem da crista da Serra da Mantiqueira como corredor ecológico entre o Parque Nacional de Itatiaia (PNI) e o Parque Estadual de Campos do Jordão (PECJ). A paisagem atual da região da crista da Serra da Mantiqueira entre o PNI e o PECJ foi estratificada em sete fragmentos florestais com tamanho adequado à conservação de espécies silvestres, sete corredores, dos quais um representa uma interrupção na cobertura florestal do corredor PECJ-PNI e seis são faixas florestais estreitas. Uma área de transição entre o PECJ e um dos  fragmentos foi também discriminada. Foi construído um cenário alternativo, no qual aplicou-se alguns normas para a cobertura da terra previstas no Código Florestal Brasileiro simulando uma paisagem cujas áreas adjacentes aos polígonos do cenário atual do corredor PECJ-PNI encontram-se em concordância com o Código Florestal. Observou-se que a interrupção existente no corredor da Serra da Mantiqueira é eliminada no cenário alternativo e que a qualidade como habitat dos fragmentos e principalmente dos corredores melhora de forma significativa. Os resultados confirmam a hipótese de que a observação às normas do Código Florestal pode manter e ampliar a área de vegetação florestal existente entre o PECJ e o PNI, possibilitando inclusive a conexão de fragmentos que atualmente encontram-se separados.

Palavras-chave: análise da paisagem, serra da Mantiqueira

Ver o texto completo

 

 

Anúncios

Circuito turístico das Serras de Minas

25/11/2011

Leomar Tiradentes

RESUMO:

O presente artigo busca identificar o lugar, a paisagem e a trajetória das atividades turísticas no espaço rural da Microrregião de Viçosa-MG, inserida no Circuito Turístico das Serras de Minas, suas diferentes modalidades, seu processo de construção e desenvolvimento. Como objetivo, buscamos analisar o turismo no espaço rural como fator de desenvolvimento das pequenas propriedades que já realizam algum tipo de oferta turística. A abordagem do problema de pesquisa tem um caráter exploratório, de natureza qualitativa. A análise dos resultados confirmou que as atividades turísticas estão inseridas na realidade do espaço rural da Microrregião de Viçosa, tendo a paisagem como objeto principal de atração para as diferentes realidades turísticas no campo. Existem atividades turísticas no espaço rural que não interagem com as tradições rurais ou mesmo com as produções agropecuárias cotidianas; no entanto, na área analisada há a peculiaridade da coexistência entre o turismo, o lugar e a paisagem. De maneira geral, as atividades turísticas encontram na fazenda típica mineira um ambiente acolhedor para seu desenvolvimento. 

Palavras-chave: circuito Serras de Minas, microrregião de Viçosa, turismo no espaço rural

Ver o texto completo


Manual de visitação do Parque Nacional Serra de Itabaiana/SE

22/11/2011

Ivana Silva Sobral, Joyce Barreto Pinto, Laura Jane Gomes

RESUMO: 

Esse trabalho objetivou elaborar um manual de visitação do Parque Nacional Serra de Itabaiana /SE, baseando-se na percepção ambiental de licenciandos de Biologia da Universidade Federal de Sergipe e nos aspectos naturais, culturais e místicos do parque.

 

Palavras Chave: turismo, Parque Nacional Serra de Itabaiana

Ver o texto completo


O aquém na montanha, um recorte sobre o olhar paisagístico na América Latina

22/11/2011

Rachel Reis de Araújo

RESUMO:

Este artigo consiste numa reflexão inicial para pensar a forma montanha e seus sentidos na pintura latino-americana tendo por base teórica Aby Warburg e Georges Didi-Huberman. Do primeiro autor advém o conceito de pathosformel e do segundo a relação entre as esculturas minimalistas e o recalque da percepção acerca do vazio tumular. A partir daí, trata-se de considerar as figurações pictóricas da montanha menos através da dimensão do sublime, tal como no caso das paisagens européias, ou do pitoresco, tal como no caso dos viajantes no Novo Mundo, e mais como o vazio que se coloca diante do imenso monte de terra e pedras que um dia tudo cobrirá. 

Palavras Chave: América Latina, pintura, paisagem, montanha.

Ver o texto completo