Congresso pro-Marumbi – 1983

30/08/2011

RESUMO

Neste álbum está contido um significativo documento histórico: os anais originais do Congresso pró-implantação do antigo Parque Marumbi, que aconteceu em 1983 com o intuito de reivindicar a efetiva implantação deste parque que durante muitas décadas foi o símbolo da luta pela proteção pela Serra do Mar paranaense. O documento mostra o clima dos movimentos ambientalistas e alguns confrontos e propostas em relação aos governos de então, ainda durante o período ditatorial.

Ver o documento


Código de ética do Primeiro Congresso Brasileiro de Montanhismo (1993)

16/08/2011

RESUMO

Código de ética que foi discutido no Primeiro Seminário Paranaense de Montanhismo em 1993 e depois levado para discussão no Primeiro Congresso Brasileiro de Montanhismo que aconteceu em Curitiba no mesmo ano.

Ver o texto completo


I Encontro Científico do Parque Estadual dos Três Picos

16/08/2011

RESUMO

Este documento apresenta os anais completos deste encontro científico, com trabalhos nas mais diferentes áreas de pesquisa relacionados com esta unidade de conservação do Estado do Rio de Janeiro

Ver o texto completo


Resolução CONAMA sobre campos de altitude

26/05/2011

RESUMO

Esta Resolução número 423 de abril de 2010 do CONAMA dispõe sobre parâmetros básicos para identificação e análise da vegetação primária e dos estágios sucessionais da vegetação secundária nos campos de altitude associados ou abrangidos pela Floresta Atlântica. 

Ver o texto da resolução


O livro dos Friends

11/12/2009

RESUMO

Sempre existiu um rumor especial sobre os Friends. Os Friends sempre criaram uma opinião polarizada mais que nenhuma outra peça do material de escalada. Paradoxalmente, quando pergunta-se aos escaladores, eles não parecem confiar de todo neles. A maioria prefere confiar em um solitário nut à prova de bombas que no seu complicado equivalente mecânico. O Livro dos Friends não só explica porque funcionam os Friends, mas também como funcionam, onde o fazem melhor, assim como em que circunstâncias não funcionam.

Palavras-chave: escalada, friends

[Ver]


Agenda 21: capítulo sobre montanhas

16/07/2009

RESUMO:

A Organização das Nações Unidas – ONU realizou, no Rio de Janeiro, em 1992, a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (CNUMAD).

179 países participantes da Rio 92 acordaram e assinaram a Agenda 21 Global, um programa de ação baseado num documento de 40 capítulos, que constitui a mais abrangente tentativa já realizada de promover, em escala planetária, um novo padrão de desenvolvimento.

A Agenda 21 pode ser definida como um instrumento de planejamento para a construção de sociedades sustentáveis, em diferentes bases geográficas, que concilia métodos de proteção ambiental, justiça social e eficiência econômica.

Duas áreas de programas estão incluídas neste capítulo da Agenda 21, com o objetivo de aprofundar o exame da questão dos ecossistemas frágeis no que se refere a todas as montanhas do mundo. Essas duas áreas são as seguintes:

(a) Geração e fortalecimento dos conhecimentos relativos à ecologia e ao desenvolvimento sustentável dos ecossistemas das montanhas;

(b) Promoção do desenvolvimento integrado das bacias hidrográficas e de meios alternativos de subsistência.

Palavras-chave: Agenda 21; montanhas

Clique aqui para ver o documento:


To Bolt or Not to Be

04/07/2009

RESUMO:

Este documento, traduzido para o português,  debate o uso de proteções fixas. Algumas  organizações de montanhismo estavam preocupadas com o fato de que, sem um consenso entre escaladores e montanhistas, outras instituições tentariam impor regras às nossas atividades. Em algumas regiões alpinas disputas maiores surgiram entre escaladores do tipo “plaisir” (prazer) e “puristas” – escaladores que preferem um estilo tradicional de praticar a escalada e o montanhismo. Esta disputa desencadeou um círculo vicioso de remoções, adições e novas remoções de grampos em certas vias.

 Em 1998, a pedido da Comissão de Montanhismo da UIAA, os clubes alpinos da Alemanha e da Áustria, criaram um grupo de trabalho para rascunhar um documento balizador. Uma ampla gama de pontos de vista foi considerada.

 O documento foi então apresentado no Encontro e Seminário Internacional de Escalada Invernal de 1999 em Aviemore, Escócia. Este encontro contou com mais de 100 escaladores de 28 países, que por unanimidade endossaram o documento. Ele conclama os escaladores de todo o mundo a considerarem-no detalhadamente, de tal forma que um consenso baseado na boa prática pudesse ser estabelecido e a liberdade para praticarmos nossas atividades protegida. O documento foi finalmente adotado pelo Conselho da UIAA em maio de 2000.

Palavras-chave: montanhismo; proteções fixas

Clique aqui para ver o documento: