Análise da riqueza e de similaridade florística de afloramentos rochosos em uma zona de transição do Estado da Paraíba – Nordeste do Brasil

Wallyson Alves da Silva Queiroz

Resumo

Os afloramentos rochosos formam ecossistemas isolados, sendo frequentemente encontrados na região Nordeste do Brasil. A vegetação associada a esses ambientes define um aspecto florístico e fisionômico particular e por apresentarem características singulares, a mesma apresenta-se ecologicamente distinta da matriz circundante. Neste sentido, o presente estudo objetivou realizar o levantamento florístico e a análise de similaridade de cinco afloramentos rochosos no município de Puxinanã, Mesorregião Agreste do Estado da Paraíba, Brasil, visando detectar a riqueza e as relações florísticas entre os afloramentos estudados e os demais ambientes rochosos incluídos na análise. Foram realizadas coletas mensais no período de Outubro/2011 a Junho/2013. A identificação taxonômica foi baseada na literatura especializada. Para a análise de similaridade, foi confeccionada uma matriz binária de presença/ausência no software EXCEL onde foram incluídos, além deste estudo outros 18 trabalhos desenvolvidos no domínio semiárido brasileiro. A matriz produzida foi tratada no Software PRIMER versão 6.0 e o índice de similaridade adotado foi o de Jaccard. Foram registradas 225 espécies distribuídas em 158 gêneros e 57 famílias de Angiospermas das quais Fabaceae foi a mais diversificada, com 41 spp., seguida de Euphorbiaceae, com 16 spp.; Convolvulaceae, com 13 spp.; Asteraceae, com 12 spp.; Malvaceae e Rubiaceae, com 11 spp. cada. No que se refere às relações florísticas, os resultados demonstraram que a área estudada apresenta-se agrupada a um afloramento localizado no mesmo município (Puxinanã, PB – Brasil), com o qual compartilha 73 espécies, o que corresponde a um índice de 31% de similaridade. Este aspecto sugere que a proximidade geográfica associada aos micro-habitats presentes nos afloramentos e o tipo de clima da região constituem importantes fatores para o estabelecimento dessa flora, refletindo as relações detectadas entre os ambientes rochosos estudados.

Palavras-chave: similaridade florística, afloramentos rochosos, Estado da Paraíba

Ver o trabalho completo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: