Análise do uso e ocupação do solo em Itatiaia através de sensoriamento remoto

Monika Richter, Carla Bernadete Madureira Cuz, Leonardo Valentim

RESUMO:

A criação e a implementação de Unidades de Conservação vem sendo considerada como estratégica para a conservação da biodiversidade in situ. Entretanto, para se atingir os objetivos de criação, o manejo da área deve ser baseado em um planejamento participativo, dinâmico e periodicamente revisado. Para tanto o uso de geotecnologias permite uma visão integrada dos diferentes elementos envolvidos como o uso e a ocupação do solo e cobertura vegetal. O presente estudo analisou os resultados obtidos a partir de produtos de sensoriamento remoto gerados para o Parque Nacional do Itatiaia.

Palavras-chave: sensoriamento remoto, Itatiaia

Ver o texto completo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: