Caracterização da pressão antrópica no Parque Saint-Hilaire/Lange

Francilene Denes 

RESUMO: 

A criação de áreas naturais protegidas pelo poder público com a finalidade de conservar a natureza, representa um capítulo recentemente introduzido na história da humanidade. No Brasil, as unidades de conservação (UC’s), como áreas protegidas, tem papel crucial na conservação da natureza. Porém, a criação destas áreas não é garantia de conservação ambiental. Neste contexto, este estudo teve como objetivo analisar as condições de manutenção da integridade do Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange, no litoral do Paraná, quanto à conservação de seus recursos naturais e a própria razão de sua criação. A efetiva implantação desta unidade de conservação visa proteger a fauna e a flora da região, como parte de um corredor ecológico, constituído pela proximidade das unidades de conservação costeiras, localizadas nos estados do Paraná e de São Paulo. Como forma de atingir a meta proposta, utilizou-se como metodologia a análise sistêmica. O enfoque sistêmico permitiu verificar que o Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange não oferece as condições ideais e necessárias no se refere à efetividade em se conservar/preservar a natureza. Essa situação se deve ao fato de que as atividades antrópicas desenvolvidas no entorno, a relação precária mantida entre a equipe gestora e a população residente no interior e no entorno do parque, não contribuem em nada no sentido de legitimá-lo como unidade de conservação.

Palavras-chave: Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange, uso público.

Ver o texto completo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: