Análise de proteções de escalada submetidas à ação da maresia

25/02/2011

Alexandre Porto Bonow 

RESUMO

Neste trabalho são analisadas proteções de escalada em rocha do tipo chapeleta, feitas de aço inoxidável e de aço carbono, retiradas da praia de Torres RS, expostas à ação da maresia por períodos de sete meses a seis anos. Este trabalho tem como objetivo fazer uma comparação entre chapeletas de aço inoxidável e chapeletas de aço carbono. Para atingir este objetivo realizaram-se ensaios de corrosão, e foram avaliados os mecanismos de corrosão encontrados em chapeletas expostas a ação da maresia.

Palavras-chaves: falhas, escalada, proteções, parabolts, chapeletas, corrosão, aço inoxidável e carbono, maresia 

Ver o texto completo


Comparação do perfil antropométrico e funcional de escaladores militares e civis

25/02/2011

Vanessa Conrado Montalvão, Eurico Peixoto César, Erik Salum, Estélio H.M.Dantas e Tony Meireles dos Santos 

RESUMO

O aumento da popularidade da escalada em rocha vem fomentando as pesquisas referentes a essa pratica esportiva e suas diversas modalidades.No entanto, pouco se sabe sobre as diferenças de perfil morfofisiológico entre escaladores civis e militares.O objetivo desse trabalho foi comparar o perfil antropométrico e funcional de escaladores militares e civis, do sexo masculino, moradores da cidade de São João del Rei – MG. Os indivíduos foram divididos em dois grupos: escaladores militares (EM) e escaladores civis (EC), todos com experiência mínima de um ano, com frequência semanal mínima de dois dias e com competência técnica para escalar uma via de IV grau. 

Palavras-chave: antropometria, forca de resistência, escalada em rocha, escaladores militares, escaladores civis. 

Ver o texto completo


Estudo sobre saberes matemáticos produzidos na prática da escalada esportiva

25/02/2011

Jorge dos Santos Souza 

RESUMO

A pesquisa em questão tem como base a minha experiência como professor de matemática e também como esportista, praticante do montanhismo e da escalada esportiva. Na trajetória vivida, percebi que alguns alunos que praticam esse esporte, demonstram uma experiência significativa no que diz respeito a aspectos relacionados à matemática. O foco da pesquisa relaciona–se com uma perspectiva etnomatemática, tendo como proposta a análise dos conceitos, dos sentidos e dos significados de saberes matemáticos que emergem da prática da escalada esportiva e subsidiam elementos para discussões no campo curricular da matemática escolar e da prática social. 

Palavras–chave:  escalada esportiva, etnomatemática, currículo, prática social 

Ver o texto completo


Diagnóstico dos fornecedores de matéria-prima da Conquista Montanhismo

25/02/2011

Sandro Antonio Malinowski

RESUMO

Este trabalho pretende propor um procedimento operacional objetivo para avaliar e qualificar os fornecedores de matéria-prima e insumos da Conquista Equipamentos para Montanhismo, segundo os critérios de avaliação da Norma ISO 9001:2000 item 7.4.1 – que trata do processo de aquisição. Os fornecedores de matéria-prima e insumos são avaliados segundo os seguintes critérios: entrega de pedidos, atendimento, qualidade dos produtos ou serviços apresentados e pelo interesse na resolução de problemas decorrentes do fornecimento. Nesse sentido, realizamos entre outubro e dezembro de 2003 uma pesquisa com cento e sete empresas que fornecem matéria-prima para a Conquista Montanhismo. Com a pesquisa pretendemos obter indicadores de desempenho que permitam à Conquista Montanhismo conhecer melhor seus fornecedores e conseqüentemente melhorar a qualidade de seus produtos.

Palavras-chave: organização, qualidade, fornecedores, clientes.

Veja o texto completo


Mapeamento da trilha frontal do morro Anhangava

03/02/2011

Edson Struminski 

RESUMO

A trilha frontal do morro Anhangava e suas variantes é o trajeto mais usado pelos visitantes atualmente para a subida desta montanha. Elas permitem que o visitante percorra todos os seus ambientes naturais, das florestas com Araucária aos refúgios de altitude. Apesar de já ter sofrido uma série de intervenções em prol da sua conservação, esta trilha ainda apresenta locais degradados e até o momento não havia recebido um estudo detalhado completo que pudesse permitir uma atuação planejada oficial como a que se espera de um trajeto importante dentro de um parque estadual. O presente estudo pretende suprir esta demanda, apresentando um diagnóstico baseado na ecologia de trilhas, bem como detalhamentos em croquis e tabelas para orientar as futuras intervenções a serem realizadas no local.

Palavras-chave: morro Anhangava, ecologia de trilhas

Ver o texto completo