Geografia de incêndios em montanhas

19/08/2009

António José Bento Gonçalves

RESUMO

Esta tese, desenvolvida nas montanhas de Portugal, apresenta uma discussão relativa à uma problemática na área da geografia e do planejamento dos espaços silvestres de áreas montanhosas:  os incêndios florestais.

A tese apresenta uma exaustiva revisão sobre espaços silvestres de áreas montanhosas e sobre questões relacionadas à política florestal nas montanhas daquele país

Palavras-chave: montanhas, Portugal, incêndios florestais

Veja o texto completo:

Anúncios

Parque Estadual Pico do Marumbi – PR, um estudo das escaladas em rocha

12/08/2009

Wilson Baptista Honório Alves

 RESUMO

Este trabalho foi desenvolvido no Parque Estadual Pico do Marumbi, município de Morretes – PR, com o objetivo de realizar um estudo da atividade de escalada em rocha neste parque. Foi realizado um diagnóstico e fornecidas diretrizes para a manutenção e melhoria da atividade na localidade.

A metodologia utilizada foi uma visita in loco para estudo de caso, sendo os dados coletados através de pesquisa histórica documental e através do método de observação participante, que algumas vezes foi revelada e em outras não. O fruto da coleta destes dados foi que a localidade recebe um número muito inferior de escaladores do que poderia receber e que estes escaladores são atendidos de forma precária. Sendo assim necessita de um planejamento da atividade para que se aumente a demanda de escaladores para o parque e que estes tenham as informações e infra-estruturas necessárias para a prática segura do esporte.

Palavras-chave: escalada, diagnóstico, planejamento, demanda e infra-estruturas.

Para ver o trabalho clique aqui


Análise da vegetação montana de transição em Piraquara, Paraná

09/08/2009

Marcelo Reginato e Renato Goldenberg

RESUMO 

Os objetivos deste trabalho foram caracterizar a composição e a estrutura da vegetação arbórea e analisar a distribuição geográfica das espécies amostradas em uma região de transição entre as Florestas Ombrófilas Mista e Densa Montana em Piraquara, Paraná.

Foi possível constatar que a Floresta Ombrófila Densa Montana no Paraná apresenta composição florística diferenciada e ainda, a existência de um gradiente transicional entre as floras de Floresta Ombrófila Mista e Densa Submontana na Serra do Mar paranaense. Tanto os dados de composição como os estruturais indicam que a comunidade analisada se apresenta em estágio avançado de sucessão e merece rigorosa conservação.

Palavras-chave: Araucaria, fitogeografia, fitossociologia, Floresta Atlântica

Veja o artigo aqui: