Recuperação de um platô em ambiente altomontano

Edson Struminski e  Alexandre Lorenzetto

RESUMO:

Neste artigo está descrito um trabalho de recuperação de trilhas, platôs e bases de escaladas do morro Anhangava, na Serra do Mar paranaense, situado na porção leste da Região Metropolitana de Curitiba, capital do Estado do Paraná nas coordenadas geográficas de 49o00’ 03,38” S e 25o 23‘ 16,67” W.

O público (escaladores em rocha) que utiliza este local representa 30 pessoas por fim de semana. Apesar do pequeno público, o uso intensivo destes locais, transformados em verdadeiras “trilhas verticais”, por parte destes frequentadores, provocou danos que foram facilmente reconhecidos. Os trabalhos de recuperação consideraram interações entre o meio físico e biológico, aqui denominados de “ecologia de trilhas” e completam 10 anos, servindo não só para recuperar o ambiente do local como também para mudar a percepção dos usuários daquela montanha a respeito do uso público de áreas naturais além de inspirar novas ações conservacionistas.

Palavras-chave: recuperação de áreas degradadas; vegetação altomontana

Clique aqui para ver o trabalho completo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: