Pensando a relação homem-natureza a partir do montanhismo – Um estudo de caso no Morro Anhangava – PR

Hebert Hiroshi Sato

RESUMO:

Este é um estudo sobre a relação homem-natureza a partir do montanhismo. Neste estudo, considera-se que o cartesianismo transformou radicalmente a relação do homem com a natureza e do homem com a sociedade. Como conseqüência do desenvolvimento da técnica, o homem afastou-se da natureza, tomando-a como um objeto a ser dominado.

Mas a pesquisa considera que o homem retorna à natureza, aqui no caso às montanhas, visando resgatar um prazer “perdido”; entretanto, acaba desenvolvendo ainda uma relação de domínio na figura do “desempenho”. Através disso, acaba se alienando do que faz e do que é.

Veremos neste trabalho, de que forma estas questões se refletem na história da relação do homem com as montanhas em geral e especificamente com o morro Anhangava situado na Região Metropolitana de Curitiba-Pr.

Palavras-chave: montanhismo; Marcuse; mecanicismo

Para saber mais:

Leia o ARTIGO:  DESEMPENHO E MONTANHISMO

ou

clique aqui para baixar a monografia completa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: